Dieta do tipo sanguíneo

A dieta do tipo sanguíneo é um tipo de protocolo alimentar que vem chamando a atenção de muitas pessoas recentemente. Contudo, o que a maioria bem imagina é que ela já existe há mais de 20 anos.

Ela foi desenvolvida depois de estudos feitos por cientistas que sugeriram que o tipo sanguíneo de uma pessoa ajuda a determinar o seu metabolismo.

Logo, para cada tipagem sanguínea deve ser recomendado um tipo de cardápio especial, que atenda as necessidades do organismo e possa melhorar o funcionamento do organismo, eliminar o peso excedente e até proteger o coração de doenças.

O que acontece é que existe ainda uma certa dúvida a respeito da dieta do tipo sanguíneo.

Isso porque ela até é eficiente para a perda de peso, contudo, especialistas defendem que isso acontece mesmo por causa da restrição de certos alimento e o incentivo ao consumo de muitos vegetais e frutas.

Mais de Emagrecimento: Reduslim Funziona

Dessa forma, a perda de peso poderia acontecer para qualquer tipo sanguíneo.

Mesmo assim, vamos conhecer um pouco mais sobre essa dieta e compreender melhor como ela funciona.

Entendendo a dieta do tipo sanguíneo

Na teoria desenvolvida por Peter D’Adamo, criador dessa dieta, os hábitos de vida adotados pelos nossos antepassados é que favorecem a definição do tipo sanguíneo de cada pessoa.

Para o estudioso, além de ter influência nas transfusões de sangue, o tipo sanguíneo também influencia na forma como o organismo metaboliza determinados nutrientes.

É dessa forma que ele define o que deve ficar ou ser retirado da dieta, além de considerar também alguns alimentos mais benéficos, outros neutros e outros nocivos.

O funcionamento da dieta do tipo sanguíneo

O cardápio para cada tipo sanguíneo é bastante específico e conta com uma lista bem grande de alimentos que são restritos. Contudo, de uma forma geral, as definições são as seguintes:

  • Sangue tipo O – Caçador: dieta rica em proteínas e bastante limitada em grãos e laticínios
  • Sangue tipo A – Agrícola: sem proteínas animais, baseando a dieta em leguminosas, frutas e vegetais
  • Sangue tipo B – Nômade: a dieta deve evitar alimentos como trigo, lentilhas, tomate, milho ao passo que aumenta a ingestão de ovos e laticínios
  • Sangue tipo AB – Enigma: é uma mistura dos tipos A e B, devendo evitar álcool e cafeína. A ingestão de frutos do mar, laticínios e grãos deve ser aumentada.

Agora você já conhece um pouco mais a respeito da dieta do tipo sanguíneo.

7 truques para ter os cabelos mais fortes e cheios

Se você tem cabelos finos e quebradiços , com certeza sonha em exibir uma juba mais forte e resistente, bom, queremos que saiba que isso é possível .

Com pequenas manhas e seguindo os hábitos indicados para melhorar a saúde dos cabelos, você pode fortalecer as raízes e fazer com que seus cabelos tenham mais volume e corpo sem muito esforço e de forma natural.

Quão? Vamos explicar nas linhas a seguir, mas, antes de começar a ler, você deve saber que todos os tipos de cabelo estão expostos a uma perda de volume e densidade. A passagem do tempo causa um enfraquecimento progressivo da massa capilar e isso afeta a todos nós.

Portanto, para evitar o envelhecimento dos cabelos e a perda de volume e densidade, é preciso cuidar dos cabelos a partir de agora.

A perda de espessura no cabelo feminino não está relacionada apenas à diminuição da quantidade de cabelo , mas também à perda de densidade, volume e qualidade do cabelo. O número de cabelos diminui, o couro cabeludo fica menos coberto e os cabelos parecem mais opacos e crespos , com maior tendência à quebra.

Por esses motivos, é fundamental ter uma rotina de cuidados saudáveis ​​com a fibra capilar, quer você tenha cabelos finos ou tenha um ataque cardíaco. Já diz o ditado popular: melhor prevenir do que remediar . Damos 7 truques para ter cabelos mais fortes e resistentes por mais tempo.

Além das dicas abaixo, saiba que o suplemento shikakai funciona perfeitamente para fortalecer os fios e diminuir a queda, acesse shikakai bula e veja todos os benefícios que esse produto trás.

1. Evite lavar o cabelo todos os dias

Os produtos químicos em xampus e condicionadores podem enfraquecer as raízes do cabelo. Além disso, se acrescentarmos a isso, depois de lavar o cabelo, você usa um secador de cabelo e um ferro , o resultado pode ser desastroso.

 Para evitar o enfraquecimento dos cabelos, evite lavá-los todos os dias ou, pelo menos, use shampoos sem silicones e sulfatos que podem agredir sua camada protetora natural. Além disso, reduza o uso da secadora e opte por updos que permitem sair do ferro.

Não caia no outro extremo e lave o cabelo menos do que o necessário, o óleo acumulado nos poros pode apodrecer a raiz do cabelo, por isso, quando você perceber que o couro cabeludo está muito oleoso, é hora de lavar.

2. Use produtos adaptados às suas necessidades

Outra regra que você não pode ignorar: escolha o produto perfeito para você . Um shampoo adaptado às necessidades do seu cabelo pode melhorar significativamente sua aparência.

Por exemplo, se o seu problema é que você tem cabelos muito finos, opte por um produto específico para aumentar o volume . Esses shampoos reduzem o peso do cabelo, para que fique solto e com volume desde a raiz. Além disso, usados ​​continuamente, podem trazer benefícios de longo prazo na estrutura do cabelo.

Um bom exemplo é a linha de shampoos criada pela Vichy para cabelos finos e enfraquecidos, com o objetivo de restaurar a densidade e engrossar a fibra. É a gama Dercos e é composta por 3 produtos : um bálsamo concentrado, um shampoo e um cuidado concentrado regenerador, todos pensados ​​para aumentar o volume e corpo dos cabelos.

3. Não esfregue o cabelo para secá-lo

Ao lavar o cabelo, evite esfregá-lo com a toalha depois. Esse movimento brusco pode enfraquecer o cabelo e fazer com que caia mais do que o normal. Use uma toalha macia de microfibra e enrole no cabelo, batendo levemente para absorver o excesso de água. Em seguida, penteie o cabelo com um pente de ponta longa que não arrancará o cabelo.

4. Seque o cabelo com a cabeça de cabeça para baixo

Com esta técnica você não conseguirá fortalecer o cabelo, mas parece que seu cabelo é muito mais abundante e volumoso. Ao secar os cabelos com a cabeça invertida, você vai levar o ar de muito mais corpo às raízes. Claro, tente não levar o secador muito perto do cabeçote para que o calor não enfraqueça a raiz.

5. Pegue um pente e coloque a escova de lado

Como mencionamos anteriormente, a ideia é usar um pente em vez de uma escova . Este último é muito mais agressivo com seu cabelo e arrancará muito mais fios do que você perderia naturalmente. O pente permite modular melhor a intensidade ao desembaraçar o cabelo e fica mais macio com ele.

6. Escolha um penteado que lhe dê mais volume

O tipo de penteado é fundamental para que o seu cabelo tenha volume e corpo. Para fazer isso, recomendamos que você siga estas pequenas regras de estilo, muito úteis para cabelos fracos:

  • deixa o cabelo crespo ou ondulado,
  • Não prenda o cabelo com muita força, um rabo de cavalo muito esticado pode ser agressivo para a raiz do cabelo e fazê-lo cair com mais facilidade. Além disso, não adiciona nenhum volume,
  • deixe seu cabelo no mais puro estilo bagunçado, como se você não tivesse penteado, deixe com aquele toque despenteado que tanto amamos,
  • Evite cabelos muito lisos, eles vão realçar a espessura do seu cabelo e não vão te dar nenhum volume, melhor opte por um cabelo despenteado natural ou um alisamento imperfeito.

7. Questões de corte de cabelo

O corte de cabelo é fundamental para tirar o máximo proveito do cabelo, assim como o penteado, pode influenciar de forma decisiva na sua aparência.

Consulte o seu estilista qual o melhor corte de cabelo de acordo com o formato do seu rosto e o seu tipo de cabelo e aproveite ao máximo o seu look.

Nesta galeria, apresentamos algumas ideias para que você possa se inspirar.

Tudo sobre as mudanças da lotofácil

Quem é um jogador assíduo da Lotofacil já está acostumado com todas as regras desse jogo da Loteria Federal. No entanto, recentemente algumas mudanças e ajustes foram realizados e estão deixando muita gente em dúvida.

Essas alterações foram feitas na frequência dos sorteios, na divisão dos prêmios e até mesmo uma premiação adicional. Então, nada melhor do que conhecer todos esses detalhes e ficar por dentro das mudanças que foram feitas na Lotofácil.

Mudanças da Lotofácil

Desde o meio desse ano, já estão em vigor as alterações realizadas na Lotofácil, mas a verdade é que nem todas as pessoas já se habituaram com essas alterações. Mais do que isso, muita gente sequer as conhece.

Então, vamos saber mais sobre as mudanças da Lotofácil agora a seguir:

  • Número de sorteios

Uma das maiores novidades é o aumento do número semanal de sorteios. Antes, essa loteria tinha apenas 3 sorteios por semana, mas agora já conta com 6, de segunda-feira à sábado.

A novidade trouxe um certo descontentamento para alguns jogadores, pois o valor dos prêmios diminuiu.

  • Final zero

Pois é, uma outra novidade é que agora há uma premiação extra para os concursos de final zero. Na prático, ele funciona como se fosse um sorteio especial, como o da Independência, que ocorre todos os anos.

  • Divisão de acertos

Com essa novidade dos concursos de final 0, há uma nova divisão dos valores arrecadados, sendo que 10% agora são reservados para essa finalidade.

Para o pagamento do prêmio principal ficam outros 62% enquanto 13% ficam para quem acertar 14 números e 15% para a Lotofácil da Independência.

Quem tiver 11, 12 ou 13 acertos ainda ganhará os prêmios fixos de R$5, R$ 10 e R$ 25, respectivamente. Contudo, essa parcela de ganhadores não participa da divisão das reservas quando há o concurso de final zero.

Em outras palavras, o total da reserva de prêmios será dividida para os acertadores de 14 ou 15 dezenas nos concursos de final 0.

  • Números escolhidos

Até então, se você fosse jogar na Lotofácil, poderia marcar entre 15 e 18 dezenas no seu volante com 25 opções. No entanto, agora já é possível marcar até 20 dezenas em cada jogo, sempre lembrando que o valor pago pela aposta também aumenta na mesma proporção.

Assim, uma aposta inicial com 15 números custará R$2,50 e uma aposta máxima com 20 números custará R$38,7 mil. Contudo, as probabilidades de ganhar também aumentam.

Novo Método Contra Impotência

Imagine uma máquina capaz de emitir ondas de choque que é capaz de curar a impotência sexual. Pois bem, essa e a nova promessa que chegou ao mercado para melhorar a vida dos homens que sofrem com a impotência.

O produto foi liberado em há pouco tempo pelos órgãos reguladores brasileiros e se chama Renova. Ele irá facilitar a obtenção de uma ereção através da estimulação do fluxo sanguíneo na região do pênis.

O aparelho é altamente tecnológico, capas de emitir cerca de 5 mil pulsos de baixa intensidade. A melhora pode ser obtida em apenas 4 sessões de aplicação da técnica.

O melhor de tudo é que o paciente não sente qualquer tipo de dor e a sensação da aplicação da técnica se assemelha a uma cócega leve.

Segundo os pesquisadores envolvidos no processo até o momento não foram relatados quaisquer efeitos colaterais decorrentes do uso.

Essa é uma terapia indicada especialmente para os indivíduos que possuem algum tipo de doença que prejudica os vasos sanguíneos. Isso inclui o diabetes, colesterol alto, hipertensão, visto que diminuem o fluxo sanguíneo no corpo, incluindo a região genital.

No entanto, vale lembrar que antes mesmo de iniciar qualquer tipo de tratamento para a problemas de desempenho sexual é essencial consultar um médico para que se tenha um diagnóstico adequado, a não ser que você opte por algo natural e seguro como o suplemento Motumbo, neste caso não precisa de aprovação do médico antes.

Isso porque são muitos os fatores que podem levar ao surgimento de problemas de ereção, sendo necessário um diagnostico adequado para definir o tipo de abordagem que é mais indicado.

Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia, os problemas de ereção chegam a afetar cerca de 6 milhões de brasileiros. Desse total, 95% chegam a demorar até 3 anos e meio convivendo com o problema para então marcar uma consulta com um médico.

Sem dúvidas, o maior fator que impossibilita uma melhora é o tabu que ainda existe em falar do problema e procurar tratamento adequado.

O fato é que além dos tratamentos já convencionais para o problema, a ciência está trabalhando para encontrar novas soluções para solucionar antigos problemas que afetam a vida das pessoas de uma forma tão significativa.

Isso porque a principal forma de tratamento hoje em dia, que é o uso de medicamentos que ainda oferecem muitos efeitos colaterais.

Então, se você está interessado em saber um pouco mais sobre a impotência sexual, veja a reportagem:

Porque apostar na nutrição dos fios de cabelo

Quem não quer exibir cabelos bonitos e bem tratados? Infelizmente, nem sempre é possível manter os cabelos devidamente tratados, seja pelo dia a dia, cada vez mais corrido, pela exposição excessiva à agentes que contribuem para prejudicar a saúde dos fios.

O fato é que ter uma rotina de nutrição para os cabelos é fundamental para mantê-los saudáveis e bonitos.

Nesse sentido, investir em cuidados como nutrição, é uma importante etapa no processo de mantê-los saudáveis. E isso porque a nutrição vai garantir a reposição lipídica do fio, devolvendo aqueles óleos fundamentais perdidos em processos químicos e térmicos, como uso de secador, chapinha, etc.

Gummy Hair resultados comprova que nutrição capilar é importante, seja externa ou interna com alimentos e suplementos que contribuem com vitaminas importantes.

Se interessou? Quer ver se a nutrição consegue recuperar o brilho e movimento de seus cabelos? Então, continue lendo.

Benefícios da nutrição

Uma boa nutrição nos fios, não só vai devolver os óleos para os cabelos, como também vai combater o ressecamento.

A nutrição vai restaurar tanto o brilho como o movimento, além de ajudar a diminuir o frizz, e o mais importante, selar o fio, o mantendo hidratado por dentro.

Diferença entre Hidratação e Nutrição

Tanto a hidratação como a nutrição são importantes cuidados a serem realizados nos cabelos, e a principal diferença entre eles é que enquanto a hidratação garante mais maciez e elasticidade ao fio, a nutrição, melhora o ressecamento e o frizz.

Ou seja, ao devolver a taxa lipídica aos fios, isso acaba criando uma camada de proteção neles, ajudando a manter a hidratação dentro do fio por mais tempo.

Assim sendo, esses tratamentos se complementam.

Como saber qual o tratamento mais indicado para mim

Seus cabelos são porosos, têm frizz e são desalinhados? Você reparou se eles estão ressecados, inflados e cheios de pontas duplas? Nesse caso, você precisa investir em uma boa nutrição nos fios!

Frequência da Nutrição

É preciso entender que cada cabelo responde diferente à determinados tratamentos, por isso, a frequência vai depender muito do estado de seu cabelo. Caso ele esteja muito ressecado, o ideal é investir no tratamento de uma a duas vezes na semana. Mas, no caso de estar só levemente ressecado, então, uma vez por semana já será o suficiente.

Mas, cabelos saudáveis também precisam de cuidados, por isso, se esse for o seu caso, a dica é fazer o tratamento a cada 15 dias, para manutenção.

O ideal é procurar um profissional, para que ele possa indicar o cronograma capilar ideal para você.

Nutrição passo a passo

Quer fazer o tratamento em casa? É possível, sim, basta seguir o passo a passo aqui abaixo:

  • Aplique o shampoo, principalmente na raiz, mas sem esfregar as pontas dos cabelos. Isso é para que ele possa limpar e tratar os cabelos, sem danificar. Vá massageando o couro cabeludo, com os dedos, jamais com as unhas.
  • Enxágue bem.
  • Com a ajuda de uma toalha, remova o excesso de água.
  • Divida o cabelo em quatro mechas, ou mais.
  • Comece a aplicar a máscara de nutrição, do comprimento às pontas, mas não na raiz. Vá enluvando mecha a mecha.
  • Deixe a máscara agir conforme o tempo indicado que, geralmente, é de 3 a 10 minutos.
  • Por fim, aplique um condicionador sem enxágue e o óleo indicado para o seu tipo de cabelo.

Como prevenir a diabete?

A Diabetes é causada pela produção insuficiente, ou má absorção, de insulina, o hormônio responsável por regular a glicose no sangue, e garantir energia para o organismo.

A função da insulina é quebrar as moléculas de glicose (açúcar) e transformá-la em energia, para manutenção das células do nosso organismo.

A diabete, portanto, pode aumentar a glicemia que, em altas taxas, pode levar a complicações no coração, nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos. Inclusive, em casos mais graves, a diabete pode levar à morte.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, atualmente existem no Brasil, mais de 13 milhões de pessoas convivendo com a doença, o que significa nada menos que 6,9% da população nacional.

Prevenir diabete ainda é o melhor remédio, e a melhor forma de fazer isso é procurando praticar atividades físicas regularmente, manter uma alimentação saudável e evitar o consumo de tabaco, álcool e outras drogas.

Vale destacar que hábitos saudáveis não evitam apenas a diabete, mas uma série de  doenças crônicas, até mesmo, o câncer.

Mas se a sua glicose já tiver alterada, é melhor você fazer o uso de algum produto natural para que você possa controlar ela, e o biomass caps é um remédio natural que ajuda a controlar a glicose.

Tipos mais comuns de diabete

A diabete pode se apresentar de diversas formas, possuindo diversos tipos diferentes.

Diabete tipo 1

Geralmente, a diabete tipo 1 é uma doença crônicahereditária e não transmissível, acometendo 5% à 10% do total de diabéticos no Brasil, sendo mais comum se manifestar na infância ou adolescência, embora possa ser diagnosticada em adultos também.

Pessoas com familiares que têm ou tiveram a doença devem fazer exames regularmente para acompanhar a glicose no sangue.

O tratamento da diabete tipo 1 é feito através do uso diário de insulina e/ou outros medicamentos, para controlar a glicose no sangue.

Ainda se desconhece a causa do diabetes tipo 1, por isso, a prevenção é o melhor remédio, podendo ser com hábitos saudáveis como uma alimentação equilibrada e a  prática de atividades físicas, além de evitar o uso de álcool, tabaco e outras drogas.

Diabete tipo 2

Já, a diabete tipo 2 surge quando o corpo não aproveita da forma correta a insulina produzida. Sua causa está diretamente relacionada à obesidade, sedentarismo, hipertensão, triglicerídeos elevados, e maus hábitos alimentares.

Sendo assim, é preciso ter um acompanhamento médico para tratar a diabete, assim como suas causas.

Como prevenir

Sem dúvida, a melhor forma de prevenir a diabete, assim como qualquer outra doença, é apostando em uma vida mais saudável, apostando nas seguintes medidas:

  • Procurar praticar exercícios físicos regularmente;
  • Procurar colocar no cardápio diário, verduras, legumes e, ao menos, três porções de frutas;
  • Evitar, ou reduzir ao máximo, o consumo de sal, açúcar e gorduras;
  • Parar de fumar;
  • Manter o peso controlado.

Portanto, vale ressaltar que, independente do tipo de diabete, assim que surgir qualquer sintoma, é fundamental que o paciente procure o mais rápido possível uma avaliação médica para que, então, se identificada a presença de diabete, possa ser iniciado o tratamento adequado, evitando possíveis complicações.

4 curiosidades sobre as estrias

Coxas, barrigas, seios… as estrias podem surgir em diferentes regiões do corpo, formando marcas avermelhadas, esbranquiçadas, finas ou grossas.

De acordo com a Associação Brasileira de Dermatologia, mais de 50% das brasileiras possuem estrias, e 70% se sentem muito incomodadas.

Muitas podem ser as causas desses riscos na pele, desde um aumento abrupto de peso, ou perda, gravidez, predisposição… entre outros.

E mesmo estrias sendo algo muito comum, elas ainda são objeto de muitas dúvidas, por isso, resolvemos escrever esse artigos para tentar tirar algumas delas.

1. As estrias vermelhas e roxas são mais fáceis de tratar?

A resposta é SIM! Na verdade, a tonalidade e a espessura da estria é que definem o melhor resultado do tratamento. Já que as estrias vermelhas e roxas são consideradas mais tranquilas de tratar, pois são recentes e a cor indica que ainda há sangue circulando na região, sendo, portanto, mais fácil tratar e obter bons resultados.

Neste estágio, enquanto as estrias estão vermelhas, vale muito a pena usar Silk Skin, um creme para estrias super eficiente que consegue eliminar elas nesta fase inicial, desta forma evita que progridam para a fase branca, a mais difícil de tratar.

Com o tempo, as linhas e as estrias vão se tornando brancas. O que quer dizer que quanto mais cedo tratar, mais chances de cura.

De qualquer forma, tratar estrias é sempre complicado, é preciso se preparar para uma técnica mais “agressiva”, fazendo com que a pele produza mais colágeno e elastina, que são substâncias essenciais para a cicatrização das estrias.

2. A exposição ao sol ajuda a eliminar estrias?

Na verdade, pode ser, exatamente, o contrário, já que estrias brancas, mais claras do que o tom de pele natural, aparecem ainda mais sobre a pele queimada de sol, já que a exposição ao sol deixa a pele e pigmentada, contrastando mais ainda com as estrias brancas. E as estrias vermelhas, por sua vez, se a pessoa não usar protetor, elas podem ficar em um tom avermelhado, diferente do da pele, ou seja, também irão aparecer.

3. A hidratação pode prevenir estrias?

É preciso entender que 70% do corpo é formado por água. Assim, se não tomarmos água, deixamos de nos hidratar, trazendo resultados que podem ser percebidos nas unhas, que ficam frágeis, cabelos, opacos e sem vida, e no ressecamento de pele.

Portanto, beber muita água e usar hidratante embora não sejam garantia que a pessoa não vá ter estrias, sem dúvida, isso aumenta as chances de desenvolvê-las. Por isso, capriche no óleo de amêndoas e beba muita água.

4. As estrias somem 100% com cirurgia plástica?

É preciso saber que os tratamentos mais eficazes contra as estrias estão na área de dermatologia, embora, muitas vezes,  a abdominoplastia  e lipoaspiração  podem ajudar a afastar essas inimigas, principalmente, se estiverem localizadas na barriga, já que o excesso de pele será removido.

Mas, os tratamentos mais comuns em geral são laser, peeling e luz pulsada. E, apesar de serem eficazes, não é possível garantir que sumam 100%.

Mas, de uma forma generalizada, é possível garantir que os procedimentos estéticos (cirúrgicos ou não) consigam amenizar muito as marcas, sem, no entanto, promessa de perfeição.

A verdade é que tudo vai depender do grau da estria, do tempo, da localização e da combinação das técnicas.

5 Dicas para ter cabelos mais fortes

Que mulher não sonha em ter cabelos sempre bonitos e saudáveis? Pois é, mas para isso é preciso ter um cuidado diário constante, principalmente, porque os fios sofrem, diariamente, com a exposição a agentes externos, como vento, poluição, sol e variações climáticas, que acabam agredindo e sensibilizando os fios.

Um erro muito comum, é muita gente ainda achar que só é possível conseguir cabelos lisos e sedosos com o uso da chapinha e do secador, quando, na verdade, o uso constante dessa dupla acaba é deixando os fios opacos e sem vida e, com o tempo, vão ficando mais frágeis.

Nesse sentido, quem quer manter os cabelos bonitos e com aspecto saudável deve repensar, completamente, os processos químicos, exposição solar, secador, chapinha e poluição, que são só alguns dos fatores que enfraquecem os fios, deixando-os quebradiços, opacos e sem vida.

Porém produtos para os cabelos em cápsulas são muito bem vindos,  por exemplo, o Big Hair funciona magnificamente bem porque trata os cabelos de dentro pra fora e sendo assim não causa danos.

Lembrando que, além dos fatores citados acima, o próprio tempo acaba influenciando na saúde dos fios, visto que, com o passar dos anos, naturalmente, os cabelos ficam frágeis, quebradiços, perdem a massa capilar e se tornam ressecados e sem volume, necessitando, portanto, de cuidados específicos.

Por isso, resolvemos separar aqui algumas dicas simples, mas super eficazes, que você pode adotar no seu dia a dia para driblar os danos e manter seus cabelos fortes, macios e cheios de brilho.

1.Invista em um Cronograma Capilar

Um dos tratamentos mais populares hoje em dia, o cronograma capilar engloba nutrição, hidratação e reconstrução, sem dúvida, é o melhor tratamento para recuperar os danos e suprir todas as necessidades dos fios, para que eles voltem a crescer fortes e saudáveis.

  1. Aposte em uma alimentação equilibrada

Se engana quem pensa que o tratamento só deve ser tópico, ou seja, agir diretamente no problema, na verdade, a combinação de nutrientes e vitaminas que consumimos tem relação direta com a saúde dos nossos cabelos, por isso, quem quer ter cabelos mais fortes e bonitos, deve apostar em uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, oleaginosas.

  1. Não durma com o cabelo molhado

Jamais durma com os cabelos molhados, ou úmidos, pois esse hábito enfraquece a estrutura capilar, umas vez que, quando molhados, os fios ficam naturalmente frágeis e elásticos. Isso somado à fricção causada pelo travesseiro, acaba resultando em cabelos fracos e quebradiços.

  1. Cuide do couro cabeludo

Se engana quem pensa que só as pontas e o comprimento exigem cuidados e atenção, na verdade, um couro cabeludo bem cuidado é um dos maiores responsáveis pela saúde dos fios. Inclusive, vale apostar em shampoos anti resíduos para retirar restos de produtos acumulados no couro cabeludo e que, entre outras coisas, pode causar caspa.

  1. Mantenha o corte em dia

Procure, ao menos, a cada dois meses, aparar os cabelos, isso ajuda a eliminar as pontas duplas e fazer com que os fios a cresçam mais fortes. Isso sem falar que manter os cabelos sempre aparados ajuda a passar uma imagem mais saudável e bem cuidada.

Principais remédios para tratar a próstata

Muito se fala em Câncer de Próstata, mas outras doenças podem, também, afetar essa glândula masculina, que embora seja pequena, do tamanho de uma noz, pode causar um grande desconforto.

Um dos problemas mais comuns, mas que também merecem uma atenção especial, é o da hiperplasia benigna da próstata (HPB), mais conhecido como próstata aumentada.

Pois bem, muitos homens não sabem, mas essa glândula pode crescer muito em alguns homens, principalmente, após os 50 anos, causando uma série de problemas, dentre eles, os mais comuns são:

  • Aumento da frequência de urinar à noite
  • Dificuldade de urinar.
  • Fluxo urinário fraco.
  • Interromper o fluxo da urina após iniciado.
  • Necessidade urgente ou frequente de urinar.
  • Retenção urinária.
  • Se esforçar para conseguir urinar.

Principais remédios para tratar próstata aumentada

Geralmente, o tratamento da próstata aumentada é feito, inicialmente, com o uso de medicamentos para ajudar a aliviar os sintomas, dessa forma, evitar que os mesmos levem a complicações, desde retenção urinária ou pedras nos rins, por exemplo.

Dentre os medicamentos mais utilizados atualmente para tratar a próstata aumentada, os mais receitados pelos médicos urologistas são os seguintes:

  • Antibióticos: como ciprofloxacina, para diminuir a inflamação da próstata, no caso de existir.
  • Alfa-bloqueadores: como tansulosina, alfuzosina, doxazosina e silodosina, para
  • relaxar os músculos da próstata.
  • Finasterida e Dutasteride: para reduzir os hormônios masculinos e diminuir o tamanho da próstata.
  • Cura Prost: esse é um suplemento natural preferido pelos homens, se você não sabe onde comprar renova prost, recomendo que visite o site oficial e veja mais detalhes.

Enfim, de uma forma generalizada, esse são os medicamentos atualmente mais utilizados para tratar a próstata aumentada, e podem ser utilizados separadamente ou combinados, dependendo da avaliação do médico diante dos sintomas apresentados e do tamanho da próstata.

Mas, no caso da próstata estar aumentada devido ao desenvolvimento de um câncer, então, nesses caso, provavelmente, outro tratamento será sugerido, podendo ser necessário realizar radioterapia e quimioterapia, para eliminar as células malignas do tumor.

Em qualquer caso, porém, é preciso passar por uma avaliação de um profissional antes de iniciar o tratamento com qualquer medicamento, o qual só pode ser utilizado com a devida supervisão do médico, sob risco de mascarar ou piorar o quadro clínico.

Tratamento natural para Próstata aumentada

Cada vez mais comum, o tratamento natural, pode ser um ótimo complemento do tratamento tradicional, sendo possível utilizar extratos naturais para ajudar a aliviar mais rapidamente alguns sintomas comuns de próstata aumentada.

Lembrando, porém, que esse tipo de tratamento não deve, de forma alguma, substituir o tratamento indicado pelo médico, apenas completá-lo.

As plantas medicinais mais utilizadas no tratamento natural são Saw Palmetto e Pygeum africanum, que podem ser consumidas em forma de drágeas ou chás, ambos encontrados em casas de produtos naturais.

Casos cirúrgicos

Muito embora, geralmente, a próstata aumentada seja uma condição bem comum, algumas vezes, porém, ela merece mais cuidado, em casos mais graves, havendo a necessidade, então, de se apelar para cirurgia.

Então, a cirurgia é necessária, principalmente, quando se usa sonda vesical para conseguir urinar, ou no caso de insuficiência renal, ou ainda quando se percebe grande quantidade de sangue na urina, ou em caso de pedra na bexiga, por exemplo.

Nesses casos, então, há a possibilidade de se realizar uma prostatectomia,  removendo a parte interna da próstata, através de uma cirurgia abdominal normal ou uma resseção transuretral de próstata, também chamada de endoscopia clássica à próstata, onde é realizada a remoção da próstata com um aparelho introduzido pela uretra.

Mas, em determinados casos, além dessas cirurgias, pode ser apenas feito um pequeno corte na próstata, justamente, para facilitar a passagem da uretra, sem a necessidade de retirar totalmente a próstata.

Tomar um resfriado de vez em quando é saudável

Gripes e resfriados têm um lado positivo. Se você souber quando deve ir ao médico, deixar o corpo lutar e ajudá-lo apenas com meios naturais pode ser o mais recomendado.

Quando se trata de se reproduzir, vírus da gripe e resfriados freqüentemente entram nas células mais fracas . Dessa maneira, eles favorecem sua eliminação e impedem que cause grandes problemas ao longo do tempo. Por esse motivo, doenças virais leves contribuem para o fortalecimento do corpo.

O EFEITO PROTETOR DE TER UM RESFRIADO

Um estudo do Children’s Hospital de Boston (Estados Unidos) mostra que a gripe em idade precoce pode impedir que a asma e outros sintomas alérgicos apareçam mais tarde . A descoberta se encaixa na “hipótese da higiene”, segundo a qual infecções leves desempenham um papel positivo na maturação do sistema imunológico .

Em vez de combater os sintomas irritantes a qualquer custo, é aconselhável deixar a gripe ou resfriado seguir seu curso e tratá-los apenas por meios naturais e, sobretudo, enquanto descansa .

QUANDO É NECESSÁRIO IR AO MÉDICO?

Gripes e resfriados podem complicar e favorecer as seguintes infecções bacterianas:

  • Sinusite: infecções nos seios da face.
  • Otite: infecções de ouvido. Se a dor de ouvido durar mais de 3 dias, é aconselhável ir à consulta
  • Bronquite ou pneumonia: infecções nos pulmões.

Antibióticos geralmente são prescritos desnecessariamente, pois a maioria das infecções se resolve por conta própria.

SINTOMAS QUE DEVEM ALERTÁ-LO

É necessário acompanhar a evolução da doença e, em caso de dúvida, consultar o especialista. Alguns dos sintomas a serem observados são:

  • Febre alta que dura mais de 5 dias.
  • Dificuldade em respirar.
  • Dor no peito , maçãs do rosto ou testa.
  • Desmaio, confusão ou desorientação são sintomas que devem nos levar ao médico.
  • Se a tosse ou febre voltar após desaparecer.

Uma gripe não deve durar mais de 10 dias . Se a essa altura nem todos os sintomas desaparecerem, você também deve ir ao médico.

VACINAS PARA COMBATER GRIPES E RESFRIADOS

Antes de ser vacinado, você deve estudar as vantagens e possíveis desvantagens. Não existem vacinas contra o resfriado porque a variedade de vírus causadores é muito ampla. No caso da gripe, ela também não protege contra todas as cepas.

As autoridades de saúde recomendam a vacina para pessoas com mais de 65 anos e pessoas que sofrem de doenças que podem ser complicadas pela gripe. Pessoas saudáveis ​​não precisam disso.

A vacina contra a gripe não apresenta efeitos colaterais , variando de uma febre baixa de 2 ou 3 dias a reações imediatas mais graves e pouco frequentes. Pessoas alérgicas aos ovos devem evitá-lo.

De acordo com um estudo com animais publicado na revista Science , se você receber a vacina e contrair outro vírus, suas chances de complicações aumentam.